Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Senadores querem homenagear Pelé em Sessão Especial

leao-marinho-raro-tem-se-reproduzido-conforme-seu-aumento-de-populacao-de-5-4

Um grupo de senadores apresentou um requerimento para a realização de Sessão Especial com o objetivo de homenagear o melhor jogador de futebol de todos os tempos, Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé. No pedido, os parlamentares destacaram que os feitos de Pelé em campo, desde que começou a jogar no Santos Futebol Clube, não foram repetidos por nenhum jogador até os dias de hoje.  No Santos, Pele ganhou 26 títulos, duas Copas Libertadores da América e dois campeonatos mundiais, tornando a agremiação santista conhecida ao redor do mundo. Em Copas do Mundo, Pelé garantiu três títulos para a Seleção brasileira, um recorde extraordinário, que o consagrou dentro e fora de campo. O senador Paulo Paim, do PT do Rio Grande do Sul, subscreveu o requerimento, e, depois da morte do ídolo, se manifestou nas redes sociais, destacando seu papel como referência na luta contra o preconceito racial:

Superou todos os preconceitos. Era amado e no mínimo respeitado por todos. O negro, que se tornou referência mundial, mostrou que a capacidade do homem não se mede pela cor da pele. Obrigado, Pelé. Brancos, negros, índios batem palma de pé. O herói foi descansar. Os sinos dobram por você, Pelé.

O senador Jorge Kajuru, do Podemos de Goiás, também assinou o documento. No mês passado, Kajuru prestou sua homenagem ao jogador, evidenciando sua importância:

O Brasil existe antes e depois de Pelé. Foi só ele que mostrou ao mundo quem era o país, quem era a pátria amada, Brasil. Pelé precisava descansar? Precisava. Aos 82 anos, sofrendo como ele estava. Mas a gente nunca vai deixar de ver e imaginar o Pelé vivo em nossos corações. Pelos pés, pela cabeça do Rei Pelé, de Edson Arantes do Nascimento.

Para os senadores, além de representar, trazer conquistas, admiração e respeito para o Brasil e para os brasileiros, Pelé merece homenagens do Senado porque serviu a nação como Ministro dos Esportes, no governo Fernando Henrique Cardoso, tendo deixado como principal legado de sua administração a famosa Lei Pelé, considerada um marco regulatório para o esporte nacional. O requerimento é de autoria da senadora Leila Barros, do PDT do Distrito Federal, e conta também com as assinaturas da senadora Soraya Thronicke, e dos senadores Veneziano Vital do Rêgo, Flávio Arns, José Serra e Marcelo Castro. Sob a supervisão de Maurício de Santi, da Rádio Senado, Luiz Felipe Liazibra.

Redação: Luiz Felipe Liazibra

Fonte: Rádio Senado 

Deixe seu comentário:

Menu

Curta no Facebook